Fabian Camus detido sob acusação num caso de corrupção no futebol belga

São já 20 pessoas acusadas de corrupção

• Foto: Reuters

O futebolista internacional tunisino Fabien Camus, que recentemente jogou pelo FC Malines, foi esta quarta-feira acusado e detido provisoriamente na sequência de um caso de corrupção que abalou o futebol belga, revelou a AFP citando fonte próxima do inquérito.

Esta é a primeira vez que um jogador foi detido de forma provisória desde que eclodiu, em 10 de outubro, o escândalo de jogos combinados e de fraudes nas comissões relacionadas com as transferências.

"O juiz de instrução acusou Fabien Camus de participar numa organização criminosa de branqueamento de capitais", sendo que o jogador foi colocado sob "um mandato de captura", anunciou o ministério público belga em comunicado.

Este é o décimo suspeito de uma investigação levada a cabo pelo juiz de instrução da cidade belga de Limbourg e liderado pelo ministério público, responsável pela vertente do crime organizado.

Ao todo, são cerca de 20 pessoas que estão acusadas de corrupção e de participação numa organização criminal ligada ao branqueamento de capitais. Entre elas, figuram dirigentes de clubes, agentes de jogadores, dois árbitros e os treinadores dos clubes belgas FC Brugges e Loreken.

Fabien Camus, de 33 anos, fraco-tunisino, começou a sua carreira ao serviço do Marselha, no início dos anos 2000, e está atualmente sem clube, depois de ter jogado no FC Malines entre janeiro e julho de 2018 e noutros clubes belgas como o Charleroi, o Antuérpia e o Genk, clube onde foi campeão em 2011.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.