FIFA confirma fim de parceria com 'France Football'

Volta a prémio exclusivo para melhor do mundo

• Foto: Hélder Santos

A FIFA vai avançar com uma nova fórmula de atribuição da Bola de Ouro, que premeia o melhor futebolista do ano, já na próxima edição, desfazendo a parceria com a 'France Football', confirmou esta sexta-feira o organismo.

"O acordo contratual ente a FIFA e a France Football expirou. Dissemos à France Football, no início de agosto, que o contrato não seria renovado", escreve a FIFA em comunicado, depois de os jornais 'Marca' e 'Mundo Deportivo' terem avançado com a notícia nas suas edições de hoje.

Sobre o novo prémio, a FIFA reserva os detalhes "para mais tarde".

A distinção, que em 2015 foi atribuída ao argentino Lionel Messi, será definida pela votação de um colégio de jornalistas, deixando de participar nesta eleição os capitães e técnicos das seleções nacionais.

Desde a criação do prémio conjunto, em 2010, Messi venceu por quatro vezes (2010, 2011, 2012 e 2015) e Cristiano Ronaldo duas (2013 e 2014).

Antes, os dois jogadores venceram o prémio exclusivo FIFA de melhor jogador do mundo: Cristiano Ronaldo em 2008 e Lionel Messi em 2009, troféus que, nesses dois anos, coincidiram com a Bola de Ouro da France Football.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.