FIFA pede investigação rápida à federação da Serra Leoa

Organismo ameaça cortar financiamento

• Foto: EPA

A secretária-geral da FIFA alertou este domingo as autoridades da Serra Leoa para resolverem rapidamente a investigação ao presidente da federação de futebol, acusado de corrupção, sob o risco de ser cortado o financiamento à filiada africana.

À saída de uma reunião com o chefe de Estado do país, Ernest Bai Koroma, e com responsáveis desportivos do país, em Freetown, Fatma Samoura revelou ter insistido no objetivo da FIFA em "preservar a integridade do futebol e impor 'tolerância zero' na viciação de resultados, doping e corrupção".

O presidente da Federação de Futebol da Serra Leoa (SLFA), Isha Johansen, o vice-presidente Brima Kamara e o secretário-geral do organismo, Chris Kamara, foram detidos em setembro no âmbito de um inquérito que investiga o desvio de fundos da FIFA e do Governo do país.

Na reunião de hoje, a responsável da FIFA lamentou não ter podido reunir com os elementos da Comissão Anti-corrupção e pediu para que a investigação à SLFA seja "concluída rapidamente".

"A FIFA não canalizará mais verbas para a Serra Leoa enquanto não ficar concluída a investigação em curso", garantiu Fatma Samoura, referindo-se aos 1,2 milhões de dólares (cerca de 1,1 milhões de euros) canalizados anualmente para a SLFA.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.