FIFA sanciona Spezia e outros dois clubes pelo recrutamento de menores africanos

Clube italiano fica impedido de registar novos jogadores até ao fim da época 2022/23 e tem de pagar cerca de 460 mil euros

Bola
Bola

A FIFA anunciou esta sexta-feira ter sancionado o Spezia, da Liga italiana, com dois anos de suspensão de atividade no mercado de transferências, pela quebra de regras relativa à contratação de menores, no caso do continente africano.

Segundo a FIFA, o clube de donos norte-americanos "contratou vários jovens menores da Nigéria, trazendo-os para Itália com um esquema utilizado para contornar as regras, bem como a lei de imigração nacional".

A suspensão impede o Spezia de registar novos jogadores até ao fim da temporada 2022/23, além do pagamento de uma multa de 500 mil francos suíços, cerca de 460 mil euros.

A FIFA sancionou também os clubes Lavagnese 1919 e Valdivara 5 Terre, sem esclarecer quando procedeu à investigação ou as datas dos factos ocorridos.

O Spezia, que foi comprado em fevereiro deste ano pelo investidor norte-americano Robert Platek, terminou em 15.º a Serie A de 2020/21, tendo já anunciado que vai recorrer da decisão.

"O clube está surpreendido e extremamente dececionado com esta sentença e deseja esclarecer as presumíveis irregularidades. (...) Todos os envolvidos não têm atualmente posições de responsabilidade no clube", refere uma nota divulgada já esta sexta-feira.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.