Franz Beckenbauer suspeito de branqueamento de capitais

Ministério Público suíço abre inquérito

• Foto: Reuters

O Ministério Público da Suíça anunciou esta quinta-feira a abertura de um inquérito por branqueamento de capitais ao antigo futebolista alemão Franz Beckenbauer, no âmbito das suspeitas de corrupção sobre a atribuição do Mundial'2006 à Alemanha.

A operação foi noticiada pela revista alemã Der Spiegel e confirmada à agência AFP, sem dar mais detalhes e prometendo um comunicado durante o dia.

"No caso da atribuição do Mundial2006, Franz Beckenbauer [então presidente do comité de candidatura] está a ser investigado judicialmente pela primeira vez", escreve a Der Spiegel, acrescentando que se fica a dever a suspeitas de gestão danosa e branqueamento de capitais.

Em outubro de 2015, a mesma publicação noticiou que a Alemanha utilizou um fundo secreto de cerca de 6,7 milhões de euros para comprar votos e assegurar a organização da competição.

Este fundo era 'alimentado', a pedido de Beckenbauer, pelo antigo patrão da Adidas, o entretanto falecido Robert Louis-Dreyfus, antes da primavera de 2000, quando foi atribuída a organização do Mundial à Alemanha, por um voto, 12 contra 11 da África do Sul.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.