Governo holandês autoriza público nos estádios mas sem cânticos ou gritos

Mark Rutte anunciou medidas que entram em vigor em setembro

Os adeptos vão poder voltar aos estádios nos Países Baixos a partir de setembro para assistir aos encontros dos campeonatos de futebol, mas não haverá cânticos de apoio às equipas ou gritos, anunciou esta quarta-feira o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte.

Mark Rutte vincou que a presença de fãs nos estádios só pode acontecer caso seja respeitada uma distância de segurança de 1,5 metros entre as pessoas, deixando claro que, se as regras não forem cumpridas, "os estádios serão fechados novamente".

De acordo com os cálculos feitos por alguns clubes, a aplicação da prática desta medida significa uma taxa de ocupação entre 20% e um terço da capacidade dos recintos desportivos.

O primeiro encontro em solo holandês com a adoção das novas medidas vai colocar frente a frente a seleção dos Países Baixos e a Polónia, em 04 de setembro, na Arena Johan Cruyff, em Amesterdão, um jogo referente a Liga das Nações, enquanto o campeonato nacional deverá iniciar-se em 11 de setembro.

No final de abril, a Real Federação Holandesa de Futebol (KNVB) anunciou que a edição 2019/20 do campeonato holandês foi oficialmente encerrada, devido à pandemia de covid-19, não tendo sido atribuído o título de campeão, subidas e descidas.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0