Gregos dizem que Marco Silva "não estava 100% comprometido com o Olympiacos"

Jornal grego 'Gazzetta' aponta razões da saída do técnico

• Foto: Pedro Ferreira
Marco Silva alegou razões pessoais para a sua saída do comando técnico do Olympiacos, mas na Grécia há versões divergentes. É o caso do jornal 'Gazzetta', que dá conta do sentimento na direção do clube de Atenas de o técnico português não estaria 100% comprometido, nomeadamente em relação aos compromissos europeus.

Ora, perante esta 'dúvida', a direção do clube grego terá aceite de imediato o pedido do português, mostrando também estar devidamente preparada para esta situação, até porque anunciou Víctor Sánchez del Amo como sucessor logo após a saída de Marco Silva.

Recorde-se que também esta quinta-feira o nome do treinador português surgiu na rota do Nottingham Forest (uma hipótese que, sabe Recordnão se coloca) e do Southampton.
Por Fábio Lima
13
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas