Guarda-redes do Ventspils punido com 10 jogos por conduta racista

Caso aconteceu a 1 de agosto com o senegalês Samb Amadou

O guarda-redes ucraniano Kostiantyn Makhnovskyi, do Ventspils, equipa da Letónia que é adversária do Vitória de Guimarães na Liga Europa, foi suspenso por 10 jogos pela UEFA devido a insultos racistas, anunciou esta quinta-feira o organismo.

O Comité de Controlo e Disciplina da UEFA considerou que ficou provado que o guardião de 30 anos teve a 1 de agosto uma "conduta racista" com o senegalês Samb Amadou, no encontro frente ao Gzira United, de Malta, igualmente a contar para a Liga Europa.

Nesse encontro, Makhnovskyi e Amadou 'pegaram-se' e acabaram por ser expulsos.

Além de falhar o duelo de hoje com o V. Guimarães, em Riga, em que já estava castigado, o guarda-redes ucraniano é baixa certa no encontro da segunda mão, no Minho, em duelo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0