Higuaín deixa desabafo após "15 anos contranatura": «Insultam-nos na rua e não podemos reagir»

Avançado argentino garante que a vida de futebolista está longe de ser fácil

• Foto: USA Today Sports
Depois de 15 anos a jogar ao mais alto nível, tendo representado clubes como Real Madrid, Nápoles, Juventus, Chelsea e Milan, Gonzalo Higuaín vive, aos 34 anos, uma nova fase. O avançado argentino representa agora o Inter de Miami, na MLS, e diz que já não tolera algumas das faltas de respeito que teve de suportar ao longo da carreira. Numa entrevista ao canal argentino 'TyC Sports', o jogador falou das críticas a que os profissionais estão sujeitos e garante que os futebolistas não têm, contrariamente ao que se pensa, uma vida fácil.  

"Hoje digo que vivi 15 anos contranatura. As pessoas pensam que temos uma vida fácil e feita, mas não, não é nada assim", explicou Higuaín. "Não temos os mesmos direitos, quando vamos na rua insultam-nos e não podemos reagir, porque se o fizermos as repercussões são a dobrar. Se perdes um jogo, falhas um golo ou perdes um encontro importante, não podes sair de casa." 

"O jogador de futebol vive condicionado pelos resultados. É um desporto, um trabalho, é preciso não confundir as coisas. Somos todos seres humanos", acrescentou. 

E depois, deixou uma garantia: "Parece-me injusto ter vivido 15 anos na elite e não ter podido reagir nos momentos em que tive de baixar a cabeça perante insultos e faltas de respeito. Nesta fase da minha vida não tolero mais isso. Não tolero faltas de respeito nem agressões. Nunca as sofri em pessoa, apenas de forma anónima nas redes sociais. Estou certo que isto acaba quando têm de dar a cara. Hoje fazem-se comentários sobre tudo, mas temos de ser conscientes e perceber o que isso gera, porque em cinco segundos diante de um computador podes arruinar a vida de uma pessoa."

A experiência faz nesta altura Higuaín reagir de forma diferente perante o que é dito. "Estou numa fase da minha vida em que os elogios não me fazem sentir melhor nem as críticas pior. O mais importante é o equilíbrio e quando estás tranquilo contigo mesmo, tudo o resto é secundário."
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas