Record

Hugo Vieira: «A cultura japonesa é incrível»

Atacante marcou na estreia na J-League e já se habituou a escutar os fãs a gritar o seu nome

• Foto: DR Record

O sucesso não tardou a bater à porta de Hugo Vieira, que marcou um golo na estreia pelo Yokohama Marinos na J-League. Entrou aos 71’ e faturou aos 86’! O desvio de cabeça ao primeiro poste, após um canto na esquerda, revelou-se fundamental para o triunfo (3-2) sobre o Urawa Reds. Em conversa com Record, o atacante mostrou-se fascinado com a nova vida no Japão. "A cultura é incrível! Adoro a maneira de ser dos japoneses. Posso deixar a carteira com dinheiro em cima da mesa que eles vêm atrás de mim para entregá-la. Fazem vénias sempre que se cruzam com uma pessoa", contou o atacante, que já ‘arranha’ umas palavras em japonês, apesar de estar no país há poucas semanas: "Estou habituado à barreira linguística, pois joguei na Rússia [Torpedo] e na Sérvia [Estrela Vermelha]. O japonês supera tudo, claro! Já sei dizer as coisas básicas, como ‘bom-dia, boa-tarde, até amanhã’. Tenho tradutor quase 24 horas por dia e, como tal, não há problema. Ele vem buscar-me a casa, indica-me os caminhos."

A comida também não constituiu obstáculo. "Gosto imenso de sushi e ele aqui é inacreditável, tal como a carne e o arroz. Aqui come-se arroz ao pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar. Também há restaurantes espanhóis, brasileiros, mexicanos. Portugueses... curiosamente, não! Às vezes vou ao ‘paellero’!", disse o jogador, vincando: "Yokohama é bem bonita e situa-se perto de Tóquio. Vivo no centro da cidade, a vista é incrível! É tudo muito avançado. Há aqui coisas que só daqui a dez anos chegarão aí..."

Desportivamente também não encontrou nada que o incomodasse. "O clube tem condições muito boas e joga no melhor estádio do país, o Nissan Stadium, aquele em que o Real ganhou o Mundial. Não é campeão desde 2004 e fez duas ou três contratações para atacar o título. O objetivo da direção é ficar entre os três primeiros, mas nós, os estrangeiros da equipa, estamos a tentar que sejam ainda mais ambiciosos. Em termos pessoais seria excelente atingir os 20 golos", afirmou o avançado, que já se habituou a escutar os fãs a gritar o seu nome.

Siga todas as notícias sobre o mercado de transferências
Por Nuno Pombo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas