Hulk continua a gerar milhões

Avançado brasileiro encabeça a lista das transferências mais caras deste verão

• Foto: Reuters

O brasileiro Hulk protagoniza até agora o maior negócio desta janela de transferências, ao trocar os russos do Zenit pelos chineses do Shangai SIPG, a troco de 55,8 milhões de euros.

O avançado, que agora vai ser treinado pelo sueco Sven-Goran Eriksson, já tinha estado envolvido numa operação que ascendeu a 55 milhões de euros, quando deixou o FC Porto para rumar a S. Petersburgo, em 2012.

Presente entre as dez transferência mais volumosas está Renato Sanches, o jovem de 18 anos que permitiu ao Benfica um encaixe de 35 milhões de euros, num negócio em que o Bayern Munique pode vir a pagar um total de 80 milhões.

Presente no Euro’2016, à semelhança de Renato Sanches, o médio suíço Granit Xhaka rendeu 45 milhões de euros ao Borussia Monchengladbach, pagos pelo Arsenal, na que foi a segunda maior operação de mercado. O terceiro negócio envolveu os mesmos mercados e em sentido semelhante: o médio arménio Mkhitaryan transferiu-se do Borussia Dortmund para o Manchester United, por 42 milhões de euros.

Ingleses pujantes

Neste ‘top ten’, os clubes ingleses surgem como os mais poderosos, sendo que seis movimentaram 241 milhões de euros. O Manchester United gastou 80 milhões, com Mhkitaryan e Bailly (contratado ao Villarreal por 32 milhões); o Chelsea pagou 74,8 milhões, por Batshuayi (ex-Marselha) e Kanté (ex-Leicester). Acrescem as compras realizadas por Arsenal (Xhaka) e de Liverpool (Sadio Mané, contratado ao também inglês Southampton).

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.