Ibrahimovic acusa selecionador sueco de discriminação racial

Homenagem a Zlatan marcada por acusações a Andersson

O dia era de festa em Malmö, a terra natal de Zlatan Ibrahimovic, mas a homenagem ao filho pródigo com a inauguração de uma estátua da estrela sueca ficou marcada por nova polémica com o selecionador Jan Andersson. Em entrevista ao jornal sueco ‘Expressen’, o avançado dos LA Galaxy, que na semana passada fez 38 anos, acusou o técnico de discriminação racial no momento das escolhas, marginalizando os jogadores filhos de imigrantes. "Primeira convocatória e o que se passou? Quantos jogadores de outra origem convocou? Nenhum. Foi questionado sobre isso e choramingou. Depois lá chamou jogadores de outras origens para ser politicamente correto", atirou Ibrahimovic, descendente de um bósnio e de uma croata, que emigraram para a Suécia em 1977.

Habituado a causar controvérsia, o avançado acusou ainda o Andersson de "destruir" o que ele construiu "há 20 anos", numa alusão à multiculturalidade da seleção de um país em que a população de origem estrangeira ultrapassa os 20 por cento. "Se é isso que ele defende, deve manter-se firme e não mudar só porque começam a questionar."

Em declarações ao mesmo jornal, o treinador respondeu ao ataque de Ibra. "Incomoda-me que insinuem que eu seria capaz de basear as minhas escolhas na origem das pessoas. Está muito longe do que defendo enquanto selecionador e enquanto pessoa", garantiu Andersson.

À margem da polémica, Ibrahimovic congratulou-se com "este legado". "Estou muito mais satisfeito do que Ronaldo estava com a dele. Quando vão a Nova Iorque têm a Estátua da Liberdade, quando vêm à Suécia têm a Estátua do Zlatan", disse sobre a estrutura que tem 2,7 metros de altura e pesa 500 quilos.

Por Aurélio de Macedo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.