Ibrahimovic: «Eu tinha 35 anos e fiz a Premier League parecer velha»

Avançado sueco recorda passagem pelo Manchester United, onde trabalhou com Mourinho

• Foto: Reuters

Zlatan Ibrahimovic recorda na entrevista que deu à BBC a sua passagem pelo Manchester United, onde foi treinado por José Mourinho. O jogador conta que toda a gente o desaconselhou a ir para Inglaterra, mas, em jeito de balanço (e ao seu estilo) diz que "a Premier League teve sorte" ele "não ter ali chegado 10 anos antes"...

Ir para Inglaterra
"Falei com diferentes jogadores que confiava e todos me desaconselharam ir para Inglaterra. Diziam que não seria bom para a minha carreira e se fizesse uma época má, tudo o que tinha feito para trás seria esquecido. Mas isso desafiou-me e fui. Pensavam que eu era velho, mas eu tinha 35 anos e fiz a Premier League parecer velha. Em três meses convenci toda a gente de quem eu era. Nunca virei a cara a um desafio..."

"A Premier League devia estar feliz por eu não ter lá aparecido 10 anos antes. Todos os meus números [golos] teriam sido na Premier League. Eu cheguei ao clube certo, o Manchester United. Era o clube onde era suposto brilhar e brilhei." 

A lesão
A lesão
"Quando aconteceu [no joelho, durante um jogo da Liga Europa, em 2017] não percebi o que estava a acontecer, eu nunca tinha tido uma lesão grave. Eu era como o Super Homem, inquebrável, só o Zlatan podia quebrar o Zlatan."

"Disse para mim, 'não é assim que quero deixar de jogar futebol; se entrei da forma que entrei vou sair do meu modo e não por que alguém diz que acabou'. Tornou-se num novo desafio para mim, tinha de voltar a jogar ao mesmo nível que antes. Quando não conseguir fazê-lo vou-me embora porque não ando aqui por caridade."

Mourinho
"Depois da lesão, quando fui convocado, disse ao Mourinho: 'Não quero desiludir-te ou aos meus companheiros. Tu tinhas um Zlatan antes da lesão e agora tens outro, não posso dar-te o Zlatan que estás habituado a ter. Não vou dar-te este Zlatan porque não estou preparado'."

"No meu segundo ano no Manchester United não me sentia preparado, sentia-me diferente, era como se estivesse a começar do zero e tivesse de ensinar o meu joelho a jogar futebol outra vez. Mas aos poucos a minha confiança voltou e eu precisava de um novo ambiente, onde me sentisse confortável."  

Pogba
"Nunca tinha jogado com ele e não o conhecia como pessoa. Temos o mesmo empresário e quando pude conhecê-lo melhor descobri que é uma pessoa fantástica, um jogador fantásico, mas que precisa de ser guiado."

"Ele é muito porfissional, trabalha todos os jogos e nunca falha um treino. Essas são as coisas que as pessoas não veem, às vezes julgam-nos apenas pelo que veem na televisão ou em 90 minutos no estádio."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.