Record

«Incendiaram a minha casa com os meus pais lá dentro quando troquei o Boca pelo River»

Antigo campeão mundial, Óscar Ruggeri, recorda episódio

Episódios de violência 'atiraram' a 2.ª mão da final da Taça Libertadores entre River Plate-Boca Juniors para a capital espanhola, que recebe o jogo no Santiago Bernabéu no próximo domingo. A rivalidade entre os dos clubes é bem conhecida e aos microfones do programa 'El Transistor' da 'Onda Cero', o antigo campeão mundial argentino Óscar Ruggeri recordou outro episódio violento, que viveu na primeira pessoa.

Em 1985, Óscar Ruggeri deixou de representar o Boca Juniors para assinar pelo rival River Plate e os adeptos não lhe perdoaram tal traição. 

"Joguei nas duas equipas e diverti-me bastante em ambas, mas quando deixei o Boca Juniors para assinar pelo River Plate, incendiaram a minha casa com os meus pais lá dentro, estava eu a festejar o campeonato pelo River", afirmou Ruggeri, acrescentando: "Nessa altura fui falar com o chefe dos Barra Bravas do Boca, enfrentei-o porque era ele quem controlava tudo e disse-lhe que não ia tolerar mais nada", afirmou.

Impressionante a despedida dos adeptos do Boca Juniors na partida para Madrid




"Os Barra Brava criam medo nos jogadores com ameaças às suas famílias", explicou o antigo futebolista argentino, que não marcará presença domingo no Santiago Bernabéu, acompanhando o derradeiro jogo da final da Taça Libertadores desde a Argentina.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Vencer por orgulho e estatuto

Em causa estão ainda mais 2,7 milhões de euros. Sem futuro na Champions, águia luta para ser cabeça de série na Liga Europa
Notícias

Notícias Mais Vistas