Inédito: árbitro russo vai realizar teste de polígrafo

Vasily Kazartsev tomou decisões polémicas no Spartak Moscovo-Sochi

• Foto: Getty Images

É inédito! O árbitro russo Vasily Kazartsev vai ter de realizar um teste de polígrafo para determinar se procurou prejudicar intencionalmente o Spartak Moscovo, num jogo da primeira jornada da liga, diante do Sochi.

Em causa estão dois penáltis duvidosos que fizeram com que o Spartak desperdiçasse uma vantagem de 2-0 diante do Sochi, o último dos quais - e o que mais gerou críticas - perto dos 90’.

"Vamos desistir da liga. Não vou participar nesta palhaçada e ainda perder dinheiro com isto. Que joguem sem nós!", ameaçou o presidente do clube, Leonid Fedun, assim que o jogo terminou. Claro que tal não se verificou. Porém, o dirigente dos moscovitas tem fortes ligações ao presidente da Rússia, Vladimir Putin. Tal pode ter tido forte influência na decisão de conduzir o juiz ao teste da verdade, algo que também se deve suceder com o assistente do VAR, Alexei Eskov. Sobre este pouco se sabe, mas Kazartsev encontra-se, por agora, impedido de arbitrar.

Esta decisão é uma decisão nunca antes verificada no que toca à arbitragem na Rússia, mas não no que toca à federação de futebol. De acordo com o ‘Corriere della Sera’, o polígrafo já foi utilizado para encontrar "funcionários infiéis à federação!".

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas