Infantino quer promover jogo particular entre as duas Coreias

Com vista a aproximar os dois países

• Foto: EPA

O presidente da FIFA disse esta quarta-feira que quer promover um jogo particular entre as seleções da Coreia do Norte e do Sul, de forma a promover a aproximação dos dois países e atenuar a tensão entre os governos de Seul e Pyongyang.

"Devemos juntar todos em torno de um jogo de futebol. Estou pronto a ajudar em tudo o que for possível", disse Gianni Infantino, em visita a Seul.

A tensão militar entre os dois países da península coreana agravou-se com um teste nuclear, em janeiro, e o lançamento de um míssil balístico, um mês depois.

Em 2005, as duas Coreias disputaram o último jogo particular de futebol, em Seul. Em outubro de 1990, também realizaram dois encontros amigáveis, um em Seul e outro em Pyongyang.

"Por vezes, os sonhos tornam-se realidade", disse o presidente da FIFA.

Infantino falou ainda do alargamento do número de seleções num mundial de 32 para 40 seleções, já na edição de 2026.

"É importante aumentar o número de seleções no Mundial, porque devemos ser mais inclusivos. Mais oito seleções será perfeitamente justificável", afirmou o dirigente, admitindo que a Ásia poderá merecer mais seis vagas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.