Isinbayeva classifica como "assassina" exclusão da Rússia das grandes competições

Antiga atleta considerou incompreensível que se tente defender os direitos dos desportistas "limpos"

• Foto: EPA

A antiga atleta russa Yelena Isinbayeva, bicampeã olímpica do salto com vara, classificou hoje como "assassinas" as sanções impostas pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), que afastam a Rússia das grandes competições internacionais nos próximos quatro anos.

"São sanções extremamente cruéis, injustas, atrozes e assassinas", escreveu Isinbayeva na sua conta no Instagram.

A antiga atleta, de 37 anos, considerou incompreensível que se tente defender os direitos dos desportistas "limpos", obrigando-os a competir sob bandeira neutra.

Na segunda-feira, a AMA excluiu a Rússia das principais competições desportivas mundiais, por um período de quatro anos, impedindo assim a participação do país em Jogos Olímpicos e Paralímpicos, outras competições multidesportivas mundiais, e campeonatos mundiais de modalidade organizados por organismos signatários do Código Mundial Antidopagem.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.