Jardel lembra problemas com drogas: «Consumia nas férias porque não havia antidoping»

Antigo avançado diz que experimentou pela primeira vez quando jogava na Europa

• Foto: Peter Spark / Movephoto

Mário Jardel abordou esta segunda-feira, em entrevista ao canal de youtube Pilhado, os seus problemas com as drogas no passado, admitindo que tudo começou quando estava a atuar na Europa. Nessa altura, explica, consumia estupefacientes nas férias, já que não tinha de enfrentar controlos antidoping. Já limpo ("Estou limpo. Nunca mais, amén!"), o antigo avançado assume que a sua esposa tem sido fundamental.

"Por que comecei? Por curiosidade... Ofereceram-me e experimentei. Experimentei na Europa, quando ainda jogava. Usei, voltei, usei... Era nas férias só, porque não tinha [controlo] antidoping. Não quero isso para os meus fãs. Quero fazer o trabalho social pelo desporto, ter apoio deles e resgatar vidas à conta disso", disse o antigo jogador de FC Porto e Sporting, agora com 45 anos.

Na mesma entrevista, Jardel admitiu que o "futebol tem muita cilada" e revelou que em 2015 atravessou por uma depressão em face dos seus problemas com as drogas. "Tens muito dinheiro e existem umas ciladas, amizades, tentações e curiosidades", explicou.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.