Jesse Gonzalez: «Vai ser bom aprender com os portugueses»

Guarda-redes sonha com a estreia ao serviço da seleção norte-americana

• Foto: Fernando Ferreira

A noite de hoje tem tudo para ser especial para Jesse Gonzalez. É que este guarda-redes, de 22 anos, sonha com a estreia ao serviço da seleção norte-americana, depois de ter deixado para trás... o México. Ora, Jesse tem pais mexicanos e, embora tenha nascido na Carolina do Norte, representou os sub-20 do país rival e até recusou uma convocatória da seleção principal norte-americana. Só que tudo mudou e, como não foi chamado pelo México para os Jogos Olímpicos, decidiu virar tudo do avesso.

"Foi difícil. Não foi nada simples porque o que aconteceu foi que mudei entre países que são rivais. Mas acho que tomei a melhor decisão e toda a gente apoiou o que fiz", destacou o guardião do FC Dallas, antes de confessar que espera finalmente estrear-se pela equipa das terras do tio Sam: "É uma grande oportunidade não só para mim, mas para todos. É uma equipa totalmente diferente e será uma grande oportunidade para mostrarmos o que valemos. Vai ser um grande jogo."

O que Jesse também quer fazer é evoluir com a ajuda dos guarda-redes portugueses. "Portugal tem grandes guarda-redes e vai ser bom vê-los e aprender com eles", sublinhou o atleta, profundo admirador de David De Gea, pelas "defesas surreais que faz". Quem não vai incomodar é Cristiano Ronaldo, mas Gonzalez está pouco importado com isso. "Não me preocupo com isso. Se o Ronaldo estivesse cá era só mais um a jogar", atirou.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0