Jogador argentino questiona: «Os empresários e banqueiros também vão aceitar cortes nos salários?»

Juan Ignacio Dinenno atua no Pumas e reage assim à proposta de redução dos ordenados

• Foto: Getty Images

A pandemia de Covid-19 pode originar uma redução no ordenado dos futebolistas e a questão já está a ser discutida em vários países, incluindo em Portugal. Agora, do México, chega a reação de Juan Ignacio Dinenno, argentino que atua no Pumas. 

"Fala-se de jogadores de futebol, mas eu gostaria de saber se banqueiros, grandes empresários ou aqueles que têm grandes cargos em multinacionais seriam capazes de reduzir o seu salário nesta situação. Os jogadores de futebol estão no centro das atenções porque são os mais populares, mas não se pode particularizar", afirmou Ignacio Dinenno, citado pela ESPN.

O campeonato no México está igualmente suspenso, mas, ainda assim, o Pumas jogou dia 15 de março, contra o Club Léon. Já morreram 8 pessoas com o novo coronavírus, num total de 585 casos detetados pelas entidades de saúde.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0