Jogador do Ajax com danos cerebrais graves e permanentes

Abdelhak Nouri sofreu paragem cardíaca contra o Werder Bremen

• Foto: EPA

O futebolista do Ajax Abdelhak Nouri, que sofreu uma paragem cardíaca durante um jogo particular com os alemães do Werder Bremen, "tem danos cerebrais graves e permanentes", referiu esta quinta-feira o clube holandês na sua conta oficial no Twitter.

Na nota publicada na rede social, o Ajax afirma estar "profundamente triste" com o diagnóstico feito a Abdelhak Nouri e refere que "os pensamentos do clube e as suas orações vão para ele e para os seus entes queridos neste difícil momento".

A confirmação de danos cerebrais permanentes surgiu na sequência dos testes realizados ao jogador após este ter acordado do coma induzido, num hospital de Innsbruck, dois dias após os médicos terem constatado que o coração não tinha sido danificado.

O jogador holandês, de 20 anos, sofreu sábado uma paragem cardíaca e caiu inanimado no relvado aos 71 minutos do jogo com os germânicos do Werder Bremen, no Lindestadiu, em Eisenstadt, sendo imediatamente alvo de tentativas de reanimação.

Abdelhak Nouri, médio holandês formado nas escolas do Ajax, internacional nos vários escalões de formação, foi posteriormente transportado de urgência para um hospital de Innsbruck, onde se encontra sob sono induzido.

Depois de terem sido informados sobre o estado de saúde do médio, os colegas de equipa de Nouri dirigiram-se para os balneários, com a partida ainda por terminar. Os adeptos também receberam instruções para abandonarem o estádio.

Por Lusa
13
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Martial vira solução

Avançado não entra nas contas do Man. United e agrada ao Tottenham, de Nuno Espírito Santo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.