Jogador morre em campo um dia depois de ter admitido essa possibilidade

Papy Faty tinha problemas cardíacos e não respeitou o aviso dos médicos

Papy Faty, jogador do Malanti Chiefs, da Suazilândia, morreu esta quinta-feira em campo vítima de uma paragem cardíaca, apenas um dia depois de ter dado uma entrevista a um jornal onde admitia essa possibilidade.

Faty, de 28 anos, natural do Burundi, tinha sido avisado pelos médicos que tinha um problema cardíaco e que, portanto, deveria parar de jogar futebol. O jogador foi entrevistado e confessou a existência do problema, bem como o aviso que recebeu. Um dia depois, no jogo com o Green Mamba, caiu inanimado em pleno relvado e acabou mesmo por morrer.

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas