Jornalista que deu notícia da morte de Maradona conta como recebeu informação e levanta suspeitas

Julio Chiappetta em entrevista ao jornal Marca

• Foto: Reuters

Julio Chiappetta entrevistou Maradona mais de 40 vezes e agora conta como chegou até si a informação da morte de El Pibe. Entre esse momento e a publicação da notícia no Clarín - o primeiro a avançar com a notícia - ainda demorou duas horas. Depois caiu num pranto.

"A notícia chegou ao meu companheiro Mariano Verrina. E mais tarde, uma simples mensagem: 'morreu'. Confirmo-a com uma pessoa do círculo íntimo de Maradona. 'Julio, Diego sofreu uma paragem cardiorrespiratória'. Com uma só fonte não podíamos arriscar. Confirmada, decidimos publicar às 13h06 (16h06 em Lisboa). Aí comecei a chorar", refere à 'Marca'.

Julio Chiappetta reconhece que sentia que algo não estava bem porque já tinha escrito durante a semana que Maradona "estava muito deprimido" e deixa a sua convicção do que aconteceu.

"A minha fonte disse-me de início algo que acredito não ter sido assim: que Diego se tinha levantado e que depois foi descansar e teve a paragem. Eu creio que ele morreu durante a noite, enquanto dormia. Deitou-se às 23 horas e não acordou. O seu sobrinho Jonny foi o último a vê-lo vivo nessa noite", sustenta, lembrando que a enfermeira retificou o que escreva, não tendo entrado no quarto de madrugada como referira.

O jornalista levanta suspeitas:"Creio que a empresa médica que tinha que acompanhar Diego 24 sobre 24 horas vai ter problemas. E nem sequer havia um  desfibrilador em casa. Acha normal? Ainda para mais para um paciente que tinha antecedentes cardíacos e fizera há pouco uma operação", prossegue.

Revelado o áudio da chamada do médico privado de Maradona para os serviços de emergência
E fala ainda sobre a decisão do médico Leopoldo Luque não ter dito o nome de Maradona quando ligou a pedir uma ambulância com urgência.

"Terá sido para não revelar nada. Teríamos de lhe perguntar. Também pode vir a ter problemas ou pelo menos estar no olho do furacão. Há médicos que defendessem que se Maradona tivesse continuado internado não seria este o desfecho".

Por Record
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.