José Peseiro e o coronavírus: «Há quatro meses pensaríamos que era um filme de ficção científica»

Selecionador da Venezuela reconhece que era "obrigatório" suspender a Copa América

A Copa América estava agendada para o próximo verão e seria o primeiro grande teste de José Peseiro no comando técnico da Venezuela. Contudo, devido à pandemia do coronavírus, a principal competição sul-americana de seleções foi suspensa pela CONMEBOL e o técnico português reconhece que foi mesmo a melhor decisão a tomar.  

"Era obrigatório suspender a Copa América. Não havia outra possibilidade. Tinha que parar, ponto final. A saúde está acima de tudo e agora é hora de ficar em casa", afirma José Peseiro em entrevista à 'Marca'.

Confrontado com a atual pausa competitiva por força da pandemia, o selecionador dos vinotinto diz que é preciso "respeitar as autoridades" e espera que o futebol volte "em breve". 

"Ninguém sabe quando o futebol vai voltar. Espero que seja em breve, mas o tempo que estamos a ganhar deve servir para resolver esta crise. As pessoas devem ter consciência de não infetar os outros para não serem infetadas. Devemos respeitar as autoridades. Há médicos, enfermeiros, policias que estão a expor a sua saúde para proteger a nossa e todos devemos fazer um esforço individual para acabar com esta loucura. Há quatro meses pensaríamos que era um filme de ficção científica", reconhece o treinador português. 

Apesar da paragem, Peseiro continua a trabalhar e a preparar o futuro próximo da seleção venezuelana. "Aproveitei a oportunidade para ver os últimos jogos novamente e conversei com todos os jogadores para descobrir como eles e as suas famílias estão", revela.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.