Júlio César lembra o dia em que discutiu com Mourinho: «Peguei-lhe no pescoço e disse: 'é para ti!»

Episódio curioso aconteceu no dia em que o Inter Milão conquistou o título em 2009

• Foto: epa

Num texto assinado no 'Players Tribune', onde passou em revista a sua caminhada no Benfica, Júlio César lembrou um episódio caricato vivido com José Mourinho, precisamente no dia em que em 2009 conquistou a Serie A pelo Inter Milão. Tudo porque o brasileiro, tal como os colegas, queria celebrar o feito na praça central da cidade, ao passo que o técnico português... queria ficar recolhido no hotel, já que a equipa tinha jogo no dia seguinte.

Abaixo deixamos a transcrição integral do capítulo 3:

"Em 2009 fomos campeões da Serie A com o Inter de Milão. Tivemos uma temporada bastante longa entre jogos, treinos, viagens, concentrações e distância da família. E chegou o momento em que éramos finalmente campeões italianos.

Por isso, era hora de comemorarmos muito.

Isso é o que os campeões fazem, certo?

Mas o nosso técnico era nada mais nada menos do que José Mourinho. E digamos que o Special One tinha um plano diferente.

Hahaha.

Aconteceu o seguinte: estávamos na concentração em Milão no sábado à noite, à espera para jogar contra o Siena no domingo. Sabíamos que se o Milan perdesse para a Udinese naquela noite, nós já seríamos campeões. Estávamos todos juntos a assistir à partida. Quando o jogo acabou com derrota do Milan, enlouquecemos.

INTER, CAMPIONE D’ITALIA! 

Afinal, onde vamos agora?

Fácil. A principal praça de Milão se chama Piazza del Duomo, onde o Inter costuma comemorar os seus títulos com os adeptos. Mas quando conversei com Javier Zanetti, o nosso capitão, e outros jogadores, eles disseram que o Mourinho não queria que fôssemos para lá.

Ele gostaria que descansássemos antes do jogo contra o Siena. Só que não fazia sentido algum! Já éramos campeões. Não disputávamos mais nada, não havia mais nenhum outro torneio pela frente.

Então percebi que o objetivo do Mourinho era quebrar o recorde de vitórias numa única temporada da Serie A ou algo do tipo. Enfim, era mais um feito que ele poderia colocar no currículo.

Quando soube que era esse o motivo, fiquei p*** da vida, hahaha. Disse ao Zanetti "Nós temos de ir para a Piazza. Nós merecemos isso."

Enquanto eu falava com ele, o Mourinho passou e escutou o que eu disse. E gritou "Julio Cesar, vai você sozinho!".

Eu respondi "todos querem ir para a praça. Eles só têm receio de falar contigo, mas eu não tenho."

Mourinho continuou a caminhar em direção ao quarto dele. Eu não iria simplesmente aceitar aquilo – fui atrás dele. Ele entrou no quarto e eu também entrei. Quando se deitou na cama, eu disse "Olha, se não fores para a Piazza, nunca mais vais ganhar um título."

De repente, ele levantou-se da cama e começou a insultar-me com tudo quanto é nome. Não tenho certeza, mas parece que ele levou a sério o que eu disse.

De qualquer jeito, dois autocarros chegaram ao hotel para nos levar à Piazza del Duomo.

Pouco depois já estávamos na praça, a comemorar e a cantar com os adeptos. Chegou um momento — eu estava muito alterado — e eu peguei o Mourinho pelo pescoço e disse "Então querias ficar no hotel, né? Olha para isso! É para ti!"

Ele riu-se. Chegámos às 5h ao centro de treinos e fomos diretos para a cama.

No dia seguinte, vencemos o Siena por 3 a 0."

Por Record
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.