Layún: «Estou bem mas a cada três meses tenho de fazer exames por precaução»

Antigo lateral do FC Porto superou recentemente um cancro

• Foto: DR

Miguel Layún, jogador que superou recentemente um cancro, admitiu que ainda tem de realizar exames periodicamente, mas apenas por precaução.

"Graças a Deus estou bem. Obviamente com cautelas, a cada três meses tenho de fazer um exame por precaução, porque o que me deu a possibilidade de hoje estar bem foi o timing da deteção do tumor", comentou o futebolista do Monterrey, que em Portugal jogou no FC Porto.

O lateral referiu ainda que já falou com Gerardo Martino, selecionador do México que espera pelo seu regresso: "Falei com ele. Agradeço-lhe e agradeço também a todos os elementos da seleção pela preocupação. Quando lhes contei a minha situação, não colocaram qualquer entrave e apoiaram-me em tudo. Foram sempre mandando mensagens. Continuo nos planos de Martino. Espero regressar ao futebol da mesma forma como joguei nos últimos anos".

Por fim, Layún não teve dúvidas ao dizer que, caso tivesse sido necessário, teria deixado o futebol porque há coisas mais importantes: "O futebol é a minha maior paixão, mas quero estar bem para a minha família e amigos. Se o médico me tivesse dito que não poderia arriscar, teria, com dor no coração, tomado a decisão de deixar o futebol".

O relato impressionante de Miguel Layún sobre a repentina luta contra o cancro

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas