Liga da Bielorrússia 'finta' coronavírus e garante dez novos acordos televisivos

País é o único que resiste à suspensão dos campeonatos e vai faturando como nunca

A carregar o vídeo ...
Assim foi o encontro do Dínamo Minsk desta jornada

Com praticamente todos os campeonatos europeus parados por conta da evolução do coronavírus, a Bielorrússia é por estes dias o único país resistente a essa vaga. Um estatuto arriscado, mas que já está a fazer os responsáveis do futebol daquele país garantirem uma atenção que nunca tiveram, já que só na última semana conseguiram garantir acordos para a venda dos direitos televisivos para dez países da sua Vysshaya Liga.

Segundo a Reuters, entre os países que demonstraram interesse nos jogos bielorrussos estão as vizinhas Rússia e Ucrânia, mas também os mais distantes Israel e Índia. E a julgar pelo simples facto de não haver previsão (ou vontade...) de suspender os jogos, o mais certo é esse número poder aumentar nos próximos dias, até porque nesta altura esta seria a única forma de ver futebol em tempo real...

"Esta situação nunca nos tinha acontecido antes. Aliás, sentíamos até dificuldades em vender os nossos direitos", assumiu Alexander Aleinik, um porta-voz da Federação local, que por agora vai seguindo as recomendações do governo. E enquanto assim for, a bola continuará a rolar, tal com sucedeu este sábado, com a disputa de três encontros, e como sucederá no domingo, com mais três jogos.

Cuidados especiais

Apesar de tentarem passar a imagens de que o vírus nada fará ao país, tal como o próprio presidente assumiu, a verdade é que os jogadores têm cuidados especiais nesta altura, conforme detalhou o brasileiro Danilo, médio de 30 anos que atua no Dínamo Minsk desde o ano passado. "Os médicos do clube têm passado medicamentos para nos mantermos com imunidade em dia. Aconselham a ter cuidado com a higiéne, álcool em gel, alimentação saudável, está tudo reforçado para todos estarem bem. Temos exames todos os dias. Mede-se peso, temperatura, tudo! Mas não deixamos de ficar apreensivos", assumiu.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.