Liga holandesa bloqueia patrocínio de empresa de brinquedos sexuais

FC Emmen ia receber 500 mil euros por ano com este acordo

O FC Emmen já esfregava as mãos aos 500 mil euros que iria receber de um acordo de patrocínio principal que tinha garantido, até que a Federação de Futebol da Holanda (KNVB) decidiu intervir e bloquear esse acordo. O porquê? A empresa em causa vende brinquedos sexuais, algo que no entender da KNVB viola um dos artigos do regulamento de patrocínios, na qual é declarado que nenhum acordo de patrocínio deve "entrar em conflito com a lei, ordem pública ou moralidade, com bom gosto ou decência."

Uma decisão que representa o fechar de uma porta para a empresa em causa e que a deixou naturalmente desagradada. Ainda assim, a Easy Toys garante que não irá desistir. "Estamos muito tristes por não podermos assumir a posição de patrocinador principal do FC Emmen. Estamos a ponderar o nosso próximo passo juntamente com o clube. Para nós esta colaboração era uma escolha lógica, pois somos duas empresas de sucesso da mesma região, que sentem uma ligação forte. Não víamos qualquer problema. (...) Esperávamos que uma atenção mais positiva à nossa loja online contribuísse para quebrar o tabu que ainda rodeia a nossa indústria. O facto é que o erotismo e a sexualidade ainda são assuntos incómodos para alguns, como foi evidenciado pela decisão do KNVB. E isso acontece quando os nossos brinquedos estão em dois de cada quatro lares holandeses", referiu o Eric Idema, CEO da empresa em causa, ao 'Goal'.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.