Lloris diz que Emiliano Martínez "ultrapassou os limites" na final do Mundial: «Figura de parvo...»

Guarda-redes francês frisa que o argentino usou "todos os truques que tinha na manga" no derradeiro encontro no Qatar

• Foto: Reuters
Hugo Lloris, guarda-redes francês que esta segunda-feira anunciou o adeus à seleção aos 36 anos, considerou, em entrevista ao 'L'Équipe', que Emiliano Martínez "ultrapassou os limites" na final do Mundial ao provocar os jogadores da equipa gaulesa durante o desempate por penáltis - que a Argentina venceu -, frisando ainda que não era capaz de utilizar a estratégia adotada pelo seu companheiro de posição.

"Fazer figura de parvo na baliza, 'picar' o adversário e ultrapassar os limites... É algo que não consigo fazer. Sou uma pessoa demasiado racional e honesta para ir por aí. Não sei ganhar assim", começou por referir.

Apesar de não concordar com a atitude de 'Dibu', Lloris acabou por reconhecer que o guardião adversário teve mérito. "Acho que já foi suficientemente julgado no que diz respeito aos festejos, não é preciso acrescentar mais nada. Durante esse desempate [nos penáltis], usou todos os truques que tinha na manga para nos desestabilizar", rematou.
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas