Luís Castro: «Os quatro minutos em que sofremos dois golos foram decisivos»

O treinador, de 59 anos, gostou da prestação dos jogadores e considerou o "resultado muito injusto"

• Foto: Action Images

A Roma sentenciou a partida em quatro minutos, graças aos golos apontados aos 73’ e 77’, e isso foi decisivo, na opinião de Luís Castro. O treinador, de 59 anos, gostou da prestação dos jogadores e considerou o "resultado muito injusto". "Os quatro minutos em que sofremos dois golos foram decisivos. No segundo golo, dá a sensação de que havia uma falta a nosso favor que não foi marcada. O jogo aí ficou complicado. Tivemos situações para marcar, mas falhámos. A partida foi equilibrada", sublinhou.

Por Filipe Balreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas