Mahrez falhou Supertaça de Inglaterra por receio de controlo antidoping

Segundo Guardiola, em causa está um medicamento tomado durante a CAN

• Foto: Action Images
Riyad Mahrez não entrou para as opções de Pep Guardiola no triunfo, após os penáltis, do Manchester City frente ao Liverpool, para a Supertaça de Inglaterra, por receio de substâncias que acusassem no controlo antidoping. A informação foi revelada pelo técnico dos citizens, em declarações prestadas após o final do encontro.

"Depois de ter conquistado a Taça das Nações Africanas (CAN, no acrónimo em português), Riyad disse-me que queria jogar frente ao Liverpool. Eu disse-lhe que era bem-vindo. Mas ele tomou medicação que nós não temos nenhuma informação sobre e não podíamos correr o risco dele acusar algo no controlo antidoping. Foi por isso que tomamos a decisão de ele não jogar hoje", afirmou Pep Guardiola.

Contudo, a medicação que o extremo, de 28 anos, tomou ao serviço das 'Raposas do Deserto' permanece desconhecida e pode colocar em risco a utilização de Mahrez frente ao West Ham, no arranque da nova edição da Premier League, no próximo dia 10.
Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas