Marcello Lippi saúda alargamento do Mundial

Selecionador da China

• Foto: EPA

O selecionador da China, o italiano Marcello Lippi, saudou esta sexta-feira a decisão da FIFA em alargar o Campeonato do Mundo de 32 para 48 seleções.

"Estou otimista com a mudança. É sempre bom ter mais equipas no Mundial", disse à agência de notícias chinesa Xinhua Marcello Lippi, que levou a Itália ao título Mundial em 2006, na Alemanha.

A China organiza esta semana um torneio quadrangular, em Nanning, com a seleção da casa, a Croácia, a Islândia e o Chile.

Segundo a Xinhua, os selecionadores da Croácia, Ante Cacic, e Chile, Juan Antonio Pizzi, também se mostraram favoráveis ao alargamento do Mundial, medida que será adotada a partir da edição de 2026.

O Conselho da FIFA aprovou na terça-feira, por unanimidade, o alargamento da fase final Mundial de futebol de 32 para 48 seleções.

A prova, que até agora teve 20 edições e que começou em 1930, com 13 equipas, não se realizou em 1942 e 1946 devido à II Guerra Mundial, tendo decorrido em 2010 a sua primeira edição no continente africano, na África do Sul.

As duas próximas edições, ainda com 32 equipas, vão decorrer na Rússia e no Qatar, em 2018 e 2022, respetivamente.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas