Marco van Basten vai trabalhar para a FIFA

Abandona o cargo de treinador-adjunto da Holanda

• Foto: EPA

O antigo futebolista Marco van Basten vai deixar o cargo de treinador adjunto da seleção da Holanda para ir trabalhar para a FIFA, anunciou esta terça-feira a federação holandesa.

"A FIFA ofereceu-me uma oportunidade para trabalhar no desenvolvimento e na reforma do futebol, assim como para usar as minhas ideias e opiniões em aspetos com as regras de jogo, de arbitragem e nos programas de desenvolvimento", explicou Van Basten, que coadjuvava Danny Blind.

O atual selecionador, que ainda vai contar com Van Basten no embate com a Suécia, de qualificação para o Mundial'2018, vai ficar sem adjuntos, uma vez que Dick Advocaat também deixou a equipa técnica, para assumir o comando técnico do Fenerbahçe.

"Claro que não estou contente, mas o cargo na FIFA está feito à medida do Marco. Apesar de significar que tenho de procurar outro adjunto, esta é uma grande oportunidade para ele", frisou Blind.

Van Basten foi o treinador apresentado pelo atual presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, nas eleições que viria a perder para Luiz Godinho Lopes, em 2011.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0