Marcos Rojo e o regresso ao Estudiantes: «A minha 'velhota' pediu-me que voltasse»

Internacional argentino afirmou que a família teve um grande 'peso' na decisão

• Foto: Twitter

Não há nada mais importante que a família, e quem o pode dizer é mesmo Marcos Rojo. O internacional argentino regressou, neste mercado de inverno, ao Estudiantes de La Plata por empréstimo até ao final da temporada do Manchester United e não escondeu 'o peso' que o pedido feito pela sua família teve na sua decisão.

"São várias as razões [que fizeram Rojo regressar à Argentina]. Preciso de jogar, de voltar ao meu nível, a minha família insistiu e a minha ‘velhota’ pediu-me que voltasse. Tive várias ofertas de outros clubes, mas nada é melhor do que poder estar em casa. Espero estar nos relvados o mais cedo possível", começou por dizer o ex-defesa do Sporting, numa entrevista ao 'El Intransigente'.

Marcos Rojo revelou ainda estar "muito feliz" pela receção e carinho dos adeptos e apontou já o regresso à competição. "Quero treinar e estar com os meus companheiros o mais rápido possível. Estou muito feliz. É algo que eu sempre sonhei, houve uma possibilidade e deu-se a transferência. Falei com o Sebastián [Verón] durante algum tempo, mas houve um dia em que senti o clique na minha cabeça e decidi voltar cá, depois tudo se proporcionou", continuou.

Falta de ritmo de jogo

"Ultimamente sofri várias lesões que me levaram a ir para o banco mais vezes. Preciso de competir e não há melhor lugar para o fazer do que a nossa casa."

Evolução do campeonato argentino

"O futebol argentino evoluiu bastante e penso que este será um desafio muito bonito para mim. Falei com quase todos e querem muito ajudar-me. Não sei o que dizer aos adeptos, tem sido incrível", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.