Messi: «Amo demasiado o meu país para deixar a seleção»

Argentino volta atrás e continua na equipa nacional

• Foto: USA Today Sports

Lionel Messi confirmou esta sexta-feira que, afinal, não vai abandonar a seleção argentina. O jogador do Barcelona tinha dito o contrário logo após a final perdida na Copa América.

"Passaram-me muitas coisas pela cabeça no dia da última final e pensei seriamente em abandonar, mas amo demasiado o meu país e esta camisola", explicou Messi, em comunicado.

O jogador admitiu que há questões que devem ser tratadas mas quer ajudar nesse aspeto: "Vejo que há muitos problemas no futebol argentino e não pretendo criar mais um. Não quero causar qualquer incómodo, sempre pretendi o contrário, ajudar em tudo o que pudesse. Há que melhorar muitas coisas no nosso futebol, mas prefiro fazê-lo a partir de dentro e não criticá-las por fora".

Por fim, o melhor jogador do Mundo deixou uma palavra aos adeptos: "Agradeço a todas as pessoas que querem que eu continue na selecção. Oxalá possamos dar-lhes uma alegria brevemente".

Por Luís Miroto Simões
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.