Ministro do Interior russo pede permanência de Kokorin e Mamayev em prisão preventiva

Jogadores do Krasnodar e do Zenit acusados de vandalismo e agressão

• Foto: Reuters

O Ministro do Interior solicitou esta sexta-feira ao tribunal que os futebolistas Alexandr Kokorin e Pavel Mamáev, acusados de vandalismo e agressão, permaneçam em prisão preventiva.

Um tribunal de Moscovo anunciou que no dia 5 de dezembro vai decidir se vai prolongar a medida cautelar contra os dois futebolistas, que devem permanecer até ao dia 8 do mesmo mês no centro de detenção de Butirka, em Moscovo.

Também hoje, a justiça russa recusou o recurso apresentado pelos advogados de Kokorin e Mamaev, que alegaram que a prisão domiciliária seria suficiente, uma vez que os dois futebolistas têm filhos pequenos.

Mamáev, médio do Krasnodar, e Kokorin, avançado do Zenit, foram vistos, através de um vídeo colocado nas redes sociais, a agredir, num café, dois altos funcionários do Ministério do Comércio e Indústria, sendo que um dos quais, Dénis Pak, sofreu um traumatismo cranioencefálico.

Recentemente, o treinador do Zenit , Sergei Semak, manifestou a esperança de que Kokorin regresse "o mais depressa possível à equipa".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0