Mulher que diz ter sido violada por Neymar volta à carga e agora vai acusá-lo em França

Justiça brasileira arquivou o processo por falta de provas mas Najila Trindade não dá o caso por encerrado

Najila Trindade, a modelo que acusa Neymar de a ter violado num hotel em Paris, a 15 de maio no ano passado, vai voltar a acusar o jogador brasileiro do PSG por violação mas agora em França, país onde terá ocorrido o crime.

A revelação foi feita pelo advogado da modelo num programa do canal brasileiro SBT. Além da acusação de violação, Cosme Santos adiantou que Neymar terá também de responder por transporte de uma mulher para fins sexuais, ou seja, pelo crime de prostituição.

No Brasil, recorde-se, o mediático processo foi arquivado em agosto de 2019, por falta de provas. A defesa da modelo recorreu para uma instância superior, um recurso cujo desfecho ainda não é conhecido.

O caso

Neymar conheceu Najila através da internet e, depois de ela dizer que o queria conhecer, o jogador pagou-lhe uma viagem para Paris e instalou-a num hotel na capital.

Depois de um primeiro encontro, a modelo acusou o internacional brasileiro de a ter violado e filmou a conversa, divulgando depois parte das imagens. Neymar gravou depois um vídeo dizendo que caíra "numa armadinha" e publicou as mensagens e fotos que tinha trocado com Najila, antes de ela chegar a França.

Seguiu-se uma queixa da modelo por violação no Brasil, que acabou por ser arquiva por falta de provas. A defesa recorreu.

9
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.