Mundial do Qatar já custou 27 mil milhões de euros

Competição realiza-se em 2022

• Foto: D.R.

Parece que dinheiro não é problema para o Mundial do Qatar de 2022. Os organizadores da FIFA informaram, esta segunda-feira, que só os gastos com instalações desportivas, como estádios e centros de treino, chegam aos 27 mil milhões de euros.

"São 30 mil milhões de dólares (27 mil milhões de euros) em relação a equipamentos de competição, como estádios, centros de treino, centro para a comunicação social... Há mais custos indiretos relacionados ao Mundial, mas esses valores não tenho", confirmou Hassan Abdullah Al-Thawadi, secretário-geral do Comité Organizador Local do Mundial no Qatar.

O dirigente, no entanto, afirma que a organização do Mundial está a trabalhar para reduzir os custos do evento. "Temos tentado diminuir sempre, de acordo com as assinaturas de contrato. Estamos a procurar o melhor custo-benefício para encontrar a estrutura necessária para a competição", afirmou.

O Mundial de 2022 deve ter oito novos estádios, com previsão de conclusão entre 2016 e 2020. O custo de 27 mil milhões de euros inclui todas essas construções, mas deixa de fora obras de infra-estrutura como o novo metro do Qatar, um projeto que prevê 215 quilómetros de trilhos e 100 estações, divididos em quatro linhas.

Por Mamede Filho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.