Nicolás Castillo operado de urgência

Complicação numa anterior operação levou-o uma vez mais ao hospital

• Foto: DR Record

O início de 2020 não está de todo a ser positivo para Nicolás Castillo. Operado há cerca de duas semanas a uma rotura no tendão do reto femoral e posteriormente internado com uma trombose, o avançado foi esta quinta-feira operado de urgência, devido a um sangramento agudo ainda decorrente dessa primeira intervenção cirúrgica,. De acordo com o América, a operação ao antigo jogador do Benfica correu bem e por agora encontra-se em "terapia intensiva sob observação".

"Ontem apresentou um sangramento agudo durante a manhã e foi transportado para as urgências, onde o recebemos com um conjunto de médicos para controlar a situação. Depois disso passou ao piso de observação e durante a tarde decidiu-se que seria melhor fazer uma nova cirurgia de revisão, onde encontrámos um defeito numa das paredes vasculares, a qual reparámos com êxito. As questões médicas não são exatas e vamos analisar tudo hora a hora, minuto a minuto, dia a dia. Vamos acompanhá-lo e depois disso veremos. Estamos focados na sua recuperação", declarou o médico José Vázquez em conferência de imprensa.

O médico aproveitou ainda para refutar as alegações de que a trombose sofrida pelo jogador tenha estado relacionada com o suposto uso de suplementos. "Uma das complicações em cirurgias de ortopedia é a manipulação de tecidos. Nesse momento algo aconteceu à artéria, levando-a a reagir de forma diferente e provocando a trombose. Não sei bem do que falar, mas os suplementos que usamos no clube são proteicos e derivados do soro de leite e proteínas. Tudo é à base de vegetais e soros de leite e não vamos por esse lado", frisou o responsável médico.

Por Fábio Lima
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.