Nova Liga das Nações da UEFA prestes a tornar-se global

FIFA admite conversações com vista ao lançamento da competição em 2020

• Foto: Pedro Ferreira

A recém-criada Liga das Nações, projetada pela UEFA para ser disputada pelas diversas seleções europeias - as 55 equipas estão divididas em quatro 'divisões', consoante a respetiva posição no ranking da FIFA, e a competição arranca em setembro do próximo ano, poderá estender-se também ao resto do Mundo. Pelo menos é issa a perspectiva, agora sob a égide da FIFA.

"A UEFA pode confirmar que se iniciaram conversas com vista à evolução da Liga das Nações", adiantou o organismo máximo do futebol europeu em comunicado. Já a FIFA também confirmou que está envolvida nas discussão desde o início do processo. "Graças à atmosfera cooperativa, a FIFA vai continuar a ter conversas construtivas sobre os próximos passos juntamente com a UEFA e as outras confederações", sublinhou a entidade liderada por Gianni Infantino.

Segundo as primeiras informações sobre a nova competição, esta irá chamar-se Liga Global das Nações, com as seleções de todo o Mundo - atualmente são 223 - a dividirem-se em sete 'divisões', igualmente através do respetivo ranking. Numa primeira fase, que seria disputada em junho e setembro de 2020, os jogos seriam entre equipas da mesma confederação, com confrontos a duas mãos.

Os vencedores de cada divisão seguiriam depois para uma fase final, a realizar em meados de 2021 e disputada pelas oito melhores seleções de cada divisão, no mesmo formato dos Mundiais - com quartos-de-final, meias-finais e final. A prova seria ainda realizada de dois em dois anos, havendo ainda descidas e subidas de divisão.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.