'O assassinato de Emiliano Sala': o livro que um ano depois procura culpados

A obra é do jornalista britânico Harry Harris

• Foto: DR Record

A poucos dias do primeiro aniversário da morte do jogador, o jornalista Harry Harris publicou um livro intitulado 'O assassinato de Emiliano Sala' que levanta algumas questões sobre o trágico falecimento do argentino quando viajava a bordo de uma avioneta de França para o País de Gales, que se despenhou sobre o Canal da Mancha em janeiro do ano passado.

Na obra é referido que o Cardiff, clube que tinha garantido o avançado no mercado de inverno, contratou um advogado para explorar os litígios criminais e civis por homicídio contra o Nantes, clube francês que vendera os direitos desportivos do jogador.

Um dos aspetos explorados na obra prende-se com a mudança do piloto. "Informações provenientes de França sugerem que David Henderson, um piloto experimentado de York que inicialmente ia pilotar a avioneta, foi ter com o amigo David Ibbotson e disse-lhe 'queres um fim-de-semana em Nantes?' E pagou um hotel em Nantes, bem como por pilotar a aeronave."

David Ibbotson não estaria habilitado para transportar passageiros, tendo desistido do curso que o qualificaria para fazer voos comerciais.  

A obra aborda também a reação de Neil Warnock, então técnico do Cardiff, que dera o aval para a contratação d argentino. "Ele nunca mais foi o mesmo", recorda Mehmet Dalman, presidente do Cardiff.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.