Os excessos de Maradona: «Podia passar 4 dias sem ir à cama e depois dormir uma semana seguida»

Carlos Fren, amigo do astro argentino, recorda episódios marcantes

• Foto: Reuters

Carlos Fren conheceu Diego Armando Maradona em jovem, quando ambos jogavam no Argentinos Juniors. Foi seu amigo, seu companheiro de equipa, seu colega de profissão e diz que poucos conheciam Maradona como ele.

Em declarações ao Infobae, Carlos Fren revela que o consumo de cocaína por parte de Maradona começou antes de Barcelona, cidade que é por muitos apontada como o primeiro local onde Maradona se 'perdeu'.

"Nunca pensei que Diego teria um final assim, como dizem, sozinho e deprimido. Ele vivia a festa completa e nos seus melhores momentos podia passar três ou quatro dias sem dormir e depois dormir uma semana seguida. Foi um excesso de muitas coisas que, a longo prazo, te vão deteriorar. Uma coisa é certa: ele viveu como queria viver", afirmou Carlos Fren.

"Fico indignado por ver e ouvir muitos dizerem que o conheceram, quando apenas o viram algumas vezes ou fizeram uma reportagem sobre ele. Eles fazem-me rir quando dizem, por exemplo, que ele começou a consumir cocaína em Espanha. Infelizmente, tinha sido antes, na época em que jogava pelo Boca, em 1981. Foi lá que ele entrou naquele mundo que tanto lhe atrapalhou a vida", recordou.

"Era um rapaz maravilhoso, nada a ver com o que se tornou depois: era humilde, simples, ouvia os conselhos dos mais velhos. Depois a vida muda-te, quando surge a fama e o facto de não poder sair para lugar nenhum sem ter 200 pessoas em cima. Há que pensar, deve ser muito difícil. A fama 'explodiu' mais rápido do que com qualquer outro no planeta e após algumas semanas ele já não conseguia estar tranquilo", lamentou o amigo.

Por Record
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.