PAOK de Abel Ferreira regressa ao 2.º lugar na Grécia após decisão do TAS

Castigo decorreu da alegada participação conjunta do proprietário do clube na estrutura acionista do Xanthi

• Foto: Action Images

O PAOK, treinado pelo português Abel Ferreira, regressou ao segundo lugar do campeonato grego, após o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) ter decidido esta sexta-feira anular a retirada de 7 pontos, pela propriedade múltipla de Ivan Savvidis.

Já com o título entregue ao Olympiacos, de Pedro Martins, a instância de recurso, com sede em Lausana, na Suíça, anulou a decisão da comissão disciplinar do desporto profissional grego, que, em 5 de março, tinha retirado sete pontos ao detentor do título.

Este castigo decorreu da alegada participação conjunta do proprietário do PAOK, Ivan Savvidis, na estrutura acionista do Xanthi, através de elementos familiares, prática ilegal punível com a descida de divisão.

"A maior vitória do PAOK foi esta decisão, sem título, nem golos, nem jogos vencidos. A honra e a dignidade são o mais importante", lê-se numa mensagem de Savvidis, partilhada pelo clube de Salónica.

A decisão vai agora ser devolvida às instâncias disciplinares gregas, sendo novamente passível de recurso para o TAS.

Com a recuperação dos sete pontos retirados na secretaria, quando faltam disputar três jornadas, o PAOK regressa ao segundo lugar - que dá acesso à Liga dos Campeões -, com 68 pontos, menos 17 do que o virtual campeão Olympiacos e mais dois do que o AEK Atenas, terceiro classificado.

Na altura, o Xanthi foi punido com a subtração de 12 pontos.

Há cerca de dois anos, a Liga grega baniu Savvidis dos estádios durante três anos, depois de ter entrado em campo armado durante um jogo com o AEK, em 11 de março de 2018.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.