Paulo Bento recorda Caio Júnior: «Bom companheiro»

Treinador do Olympiacos foi colega de Caio em Guimarães

• Foto: Mariline Alves

O treinador do Olympiacos, Paulo Bento, foi colega de Caio Júnior em Guimarães, em 1991/92. Bento recorda o amigo com saudade. "Penso numa pessoa tranquila, muito afável, era como jogador a mesma pessoa que reencontrei mais tarde, quando nos cruzámos no futebol brasileiro." Do balneário, quando eram jovens, as melhores recordações. "Ele era mesmo muito simpático, muito correto e educado. No fundo, o Caio era um bom companheiro", confessa com alguma emoção na voz.

Este ano Paulo Bento voltou a privar com Caio Júnior. O primeiro jogo do amigo brasileiro como treinador da Chapecoense foi precisamente com o Cruzeiro de Bento. "Regressou ao futebol brasileiro e percebia-se que o fazia com grande alegria. Trocámos impressões, sobre as nossas equipas e as nossas vidas, e ele foi, como sempre, muito simpático."

Bento recebeu na Grécia a notícia da tragédia com grande consternação. "A Chapecoense era um clube modesto a fazer grandes coisas, mas todos pensamos é nas famílias das vítimas, no meu caso, uma palavra especial para a família do Caio. Que possam recuperar, seja de que forma for. Isto é muito triste..."

Por Paulo Quental e Eugénio Queirós
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0