Paulo Sérgio: «Espetáculo... Foi uma época fantástica!»

Português irradia felicidade com a conquista do título na Indonésia

• Foto: DR Record

Foi com uma expressão de felicidade contagiante e o tom de voz empolgado que ‘encontrámos’ o mais recente campeão da Indonésia. Pouco depois de levantar o troféu ao serviço do Bhayangkara, graças ao triunfo (3-1) no terreno do Madura United, Paulo Sérgio expressou a Record as muitas sensações que por esta altura lhe vão na alma.

"Espetáculo… Foi uma época fantástica! Chegar aqui a uma liga bastante competitiva, com jogadores muito fortes e rápidos, clubes bastante equilibrados e conseguir ser campeão é simplesmente perfeito", começou por dizer o extremo, de 33 anos, ao nosso jornal, revelando alguns segredos da conquista: "Acima de tudo foi a integração que tive na equipa. Foram fantásticos comigo. Já tínhamos um grupo de muitos jovens com qualidade, jogadores de seleção, e na reabertura do mercado contratámos um avançado que nos ajudou bastante. Ninguém aqui usa o sistema de 4x4x2 losango em que nós jogamos e a verdade é que isso nos beneficiou. Fomos claramente a melhor equipa e merecemos este título."

Com nove golos e 12 assistências, o jogador formado no Sporting acabou por repetir a forte influência que já tinha evidenciado em Singapura, quando também se sagrou campeão, pelo Brunei DPMM FC, e foi eleito o melhor jogador. "O futebol aqui é totalmente diferente. Sinceramente, quando me propuseram vir para cá, desconhecia por completo a realidade. Pensava até que era um futebol fraco, mas não tem nada a ver. É muito físico, os jogadores são rapidíssimos, os adeptos apaixonados e enchem sempre os estádios… Quando vamos na rua todos nos conhecem. É demais", sublinha.

Mais um prémio a caminho

A uma jornada do encerramento do campeonato, a equipa de Paulo Sérgio garante assim o título, uma vez que soma três pontos de vantagem e tem ainda vantagem no confronto direto. A época até pode mesmo vir a fechar com chave de ouro, pois o extremo português está entre os nomeados para melhor jogador da prova. "Vamos lá ver o que acontece", atira, entre risos, deixando o futuro em aberto. "Assinei por um ano, sei que o clube pretende renovar, quer que continue, mas também tenho outras opções. A seu tempo vou decidir", finalizou.

Por Fábio Aguiar
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.