Pedro Caixinha regressa ao comando técnico do Santos Laguna

Volta ao clube que orientou entre novembro de 2012 e agosto de 2015

O treinador português Pedro Caixinha está de regresso ao comando do Santos Laguna, que orientou entre novembro de 2012 e agosto de 2015, vencendo três títulos, anunciou esta quarta-feira o clube da Liga mexicana.

"Estamos muito entusiasmados. Há 10 anos iniciámos uma etapa muito importante nas nossas vidas e determinante para o que hoje somos como pessoas e agentes do futebol. Estamos muito gratos por essa primeira oportunidade e, obviamente, contentes por voltar e iniciar um novo ciclo", assumiu o técnico, ao sítio oficial dos guerreros na Internet.

Pedro Caixinha, de 51 anos, sucede ao cargo ao uruguaio Guillermo Almada, que levou o Santos Laguna até aos quartos de final do torneio de abertura da edição 2021/22 do campeonato mexicano, caindo frente ao Tigres devido à regra dos golos fora de casa.

"Vejo este regresso como uma oportunidade de fazer melhor as coisas e de juntar a experiência técnica que adquirimos ao longo do tempo em outros projetos. Prometemos muito trabalho e dedicação para que os adeptos se orgulhem da equipa e se identifiquem com ela. A única coisa que não será negociável é a atitude em campo. Temos de perseguir a vitória desde o início e é isso que nos vai levar a conquistar troféus", frisou.

Natural de Beja, coroou a primeira experiência como técnico principal no estrangeiro em 2014/15, ao vencer um torneio de conclusão da Liga mexicana, outro torneio de abertura da Taça do México e uma Taça dos Campeões do México pelo emblema de Torreón.

"Sabemos que temos um grupo com qualidade tremenda e uma espetacular média de idades de 24 anos, que tem muita qualidade individual e coletiva, fome de ganhar títulos e de se transcender e de estar no topo. Sabemos muito bem o que significa jogar pelo Santos Laguna", finalizou Pedro Caixinha, a caminho da terceira experiência no México.

O treinador orientou os sauditas do Al Shabab entre agosto de 2020 e janeiro deste ano, depois de passar pouco mais de duas temporadas no Cruz Azul, clube no qual arrebatou uma Supertaça e outro torneio de abertura da Taça do México, ambos em 2018/19.

Entre as duas primeiras passagens pelo continente norte-americano, Pedro Caixinha comandou os cataris do Al Gharafa (2015-2017) e os escoceses do Rangers (2017).

A carreira de treinador principal arrancou com experiências ao serviço de União de Leiria (2010-2011) e Nacional (2011-2012) na I Liga portuguesa, depois de já ter sido durante diversos anos adjunto de José Peseiro, entre Sporting, os sauditas do Al Hilal, os gregos do Panathinaikos, os romenos do Rapid Bucareste ou a seleção da Arábia Saudita.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas