Poborsky: «Se tivesse chegado ao hospital um dia depois teria morrido»

Antigo jogador do Benfica lembra episódio que sucedeu no verão de 2016

Karel Poborsky, jogador que alinhou no Benfica entre 1998 e 2001, teve uma carreira bem composta, mas o checo contou um episódio que sucedeu já após pendurar as botas e que não quererá recordar. É que Poborsky chegou a estar às portas da morte no verão de 2016 e contou isso mesmo em entrevista ao ‘The Guardian’.

"Tive uma infeção no cérebro e entrei em coma quando cheguei ao hospital para resolver a situação. Se eu tivesse chegado ao hospital um dia depois, teria falecido e esta entrevista não aconteceria. Cheguei ao hospital demasiado tarde para perceber a raiz da infeção", contou ao jornal inglês, revelando o que aconteceu depois, quando acordou.

"Despertei e os médicos perguntaram-me sete vezes se sabia o meu nome. Todos os meus músculos estavam paralisados. Passei três semanas no hospital à base de antibióticos diretos para as veias", confessou o ex-internacional checo, explicando as dificuldades por que passou: "Não conseguia comer, tinha quase sempre os olhos fechados pois era sensível à luz. Tive muito medo."

Atualmente Poborsky está recuperado e bem de saúde, facto que o próprio louvou. O checo terá sofrido a doença de Lyme, uma doença infecciosa causada por bactérias transmitidas por carraças.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas