«Por favor, não me batas mais»: argentino lembra pedido 'desesperado' de Ronaldinho

Pablo Álvarez recordou um duelo entre o AC Milan e o Catania

Pablo Álvarez, defesa argentino de 36 anos, jogou três épocas no Catania, de Itália, entre 2008 e 2011, e tem uma história curiosa que espelha bem o pesadelo que era Ronaldinho Gaúcho para os defensores e também o que o brasileiro sofria nas pernas.

Álvarez recorda-se bem de um Milan-Catania, em San Siro, onde teve a espinhosa missão de marcar o avançado. "Tenho uma anedota com Ronaldinho. No fim da primeira parte de um Milan-Catania, em San Siro, estamos a caminho do balneário, ele aproxima-se de mim no túnel, tira a camisola e diz: ‘Toma, Álvarez. Por favor, não me batas mais", conta o argentino, ao ‘Crack Deportivo’, garantindo que "Ronaldinho era impossível de travar de outra forma". "Foi um dos melhores da história do futebol", remata.

Certo é que a agressividade de Álvarez permite-lhe ter uma relíquia que guarda até hoje: a camisola de Ronaldinho.

Por Miguel Custódio
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0