Portugal volta a reforçar o sexto lugar do ranking da UEFA

Uma vitória, um empate e uma derrota na terceira jornada da fase de grupos das competições europeias

Portugal voltou a reforçar esta semana o sexto lugar do 'ranking' da UEFA, ao somar uma vitória, um empate e uma derrota na terceira jornada da fase de grupos das competições europeias de futebol.

À vitória de terça-feira do FC Porto sobre o Marselha (3-0), para a Liga dos Campeões, o Benfica adicionou hoje um empate, na receção ao Rangers (3-3), para a Liga Europa, enquanto o Sporting de Braga ficou em 'branco', ao ser goleado em Leicester (0-4).

Para as contas lusas, o triunfo dos 'dragões' seria, por si só, suficiente para Portugal consolidar a vantagem sobre a Rússia, sétima do 'ranking', que se ficou por dois empates e duas derrotas e continua sem triunfos na fase de grupos.

Na 'Champions', Lokomotiv Moscovo (1-1 com o Atlético Madrid) e Zenit (1-1 face à Lazio) empataram em casa e o Krasnodar (2-3 com o Sevilha) perdeu fora, num jogo em que esteve a vencer por 2-0 e jogou toda a segunda parte contra 10.

Por seu lado, o CSKA Moscovo caiu hoje por 3-1 no reduto do Feyenoord, para a Liga Europa, sendo o lanterna-vermelha do Grupo K. O Zenit também é último do seu agrupamento (F), enquanto Lokomotiv e Krasnodar são terceiros.

Em situação oposta, estão as formações lusas, que, apesar dos resultados distintos na terceira ronda, seguem todas no segundo lugar dos respetivos grupos e, consequentemente, em boa posição, a meio da fase de grupos, para seguirem em frente.

Feitas as contas, os resultados de FC Porto, Benfica e Sporting de Braga valeram mais 0,6 pontos para Portugal, que passa de 42,949 para 43,549, enquanto os dois empates dos russos apenas totalizam 0,333, para um total de 37,549, o que significa que a diferença aumentou para 'inalcançáveis' 6,000.

Os pontos que as equipas lusas somam (dois por vitória e um por empate) são divididos por cinco (0,4 por vitória e 0,2 por empate), enquanto os russos têm de dividir os seus por seis (0,333 por triunfo e 0,166 por igualdade).

Em 2021/22, Portugal já sabe que terá duas entradas diretas na 'Champions', mais uma na terceira pré-eliminatória, uma na Liga Europa e duas nas pré-eliminatórias da nova competição, a Liga Conferência Europa.

O campeão e o 'vice' da I Liga 2020/21 seguem para a fase de grupos da 'Champions' e o terceiro para a terceira pré-eliminatória, o vencedor da Taça de Portugal ruma à Liga Europa e o quarto e o quinto vão para a nova prova, entrando na terceira e segunda pré-eliminatórias, respetivamente.

Mantendo o sexto lugar no final da presente temporada, Portugal garante que este cenário se repetirá em 2022/23.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.