Presidente da FIFA quer vídeo-árbitro no Mundial'2018

Declarações feitas em Moscovo

• Foto: Reuters

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, desejou contar com o vídeo-árbitro no Campeonato do Mundo'2018, na Rússia, depois do Internacional Board ter autorizado os testes experimentais à inovação.

Na primeira visita do líder recém-eleito à capital russa, Moscovo, que ficou marcada pelos elogios aos preparativos adiantados para o Mundial'2018, Infantino expressou satisfação com a introdução das tecnologias no futebol.

"Os testes estão agora a começar. Depois de dois anos, em março de 2018, poderemos avaliar se resulta ou não. Espero verdadeiramente que o Campeonato do Mundo de 2018, na Rússia, possa ser a primeira vez que a assistência de vídeo seja utilizada para melhorar a arbitragem", declarou o ítalo-suíço, eleito a 26 de fevereiro líder da FIFA.

O International Board, entidade composta por quatro federações britânicas e pela FIFA e que regulamenta as leis do jogo, aprovou testes de duas épocas com auxílio do vídeo-árbitro. Com início em março de 2016, a hipótese levantada por Infantino é possível, se a avaliação for positiva.

A assistência através do vídeo é a segunda fase da introdução do digital no futebol, depois da entrada em vigor no Mundial de 2014, da tecnologia da linha de baliza.

O vídeo-árbitro terá papel decisor na atribuição de cartões vermelhos, na validação de golos e na marcação de grandes penalidades e foi hoje classificada por Infantino como "uma nova e forte mensagem para o futebol".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.